1260884_591971674180000_343323155_n

Crítica: O Teorema de Katherine

“É possível amar muito alguém. Mas o tamanho do seu amor por uma pessoa nunca vai ser páreo para o tamanho da saudade que você vai sentir dela”

   O livro o Teorema da Katherine (em inglês An Abundance of Katherine) é outro sucesso do John Green. Admito que se for para comparar com suas outras obras nem de longe é tão bom. É uma história legal e absolutamente diferente. O personagem principal não é nem de longe lindo e muito menos o sonho de uma menina, ele é um nerd, um ex-menino prodígio.
   Todas as namoradas que Colin já teve eram Katherines, no inicio coincidência e depois um vício. O grande detalhe é que em todas as vezes eram elas que que terminavam com ele. Após o último abandono o melhor amigo dele decide que uma viagem cairia bem e eles vão parar em uma cidade pequena onde acabam realmente encontrando a si mesmos com um romance que é o mais próximo da realidade do que podemos pensar.
   Durante essa viagem Colin cria um teorema que sempre mostraria o tempo de um relacionamento e quem terminaria ele, porém ele não consegue até que a amiga que conheceram na viagem se oferece para ajudar e juntos eles criam um fórmula aceitável.
  É bom, é bem escrito e com uma quantia de informações grande mas ao mesmo tempo acho que do John Green poderíamos esperar muito mais.

Faça seu comentario:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s